Clique aqui

novembro 30, 2020

Central do Cidadão tem serviços presenciais ampliados em Apodi e mais dois municípios do RN

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
A Central do Cidadão retoma, a partir desta segunda-feira (30), os atendimentos presenciais nos municípios de Caicó, Apodi e Pau dos Ferros. O funcionamento nas três cidades é de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h.

Em Caicó, a Central do Cidadão reiniciou os atendimentos para dar apoio às atividades do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran), do Sistema Nacional de Emprego (Sine) e da Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon).

Os agendamentos para o Itep podem ser realizados no site. Os serviços do Sine e do Procon devem ser agendados presencialmente na unidade. Já os atendimentos do Detran serão realizados apenas mediante agendamento prévio no site do órgão, no ícone “Agendamentos”, disponível na página inicial.

Em Apodi, os atendimentos do Itep e Sine já haviam sido retomados. Agora, voltam a acontecer os atendimentos do Detran.

Em Pau dos Ferros, onde já estavam sendo realizados os serviços de Registro de Veículos oferecidos pelo Detran, a Central do Cidadão reabre agora os processos de Habilitação e Clínica Médica.

Os usuários precisam seguir os protocolos de controle do coronavírus, como distanciamento social e uso obrigatório de máscara.

A retomada dos atendimentos nas unidades, de acordo com a Secretaria de Estado da Administração (Sead), continua acontecendo de forma gradual, seguindo as normas de prevenção à Covid-19.

“Os atendimentos estão sendo regularizados à medida que conseguimos assegurar todas as condições de biossegurança nas unidades. Além disso, os agendamentos prévios continuam sendo necessários para evitar aglomerações”, disse o secretário-adjunto da Sead, George Câmara.

Fonte: G1/RN

novembro 30, 2020

Secretário de Segurança do RN prevê novos concursos e investimentos para 2021

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Manter o planejamento operacional, melhorar forças de segurança pública, fortalecer a integração com instituições federais e promover novos concursos e cursos de formação. Estes são os pilares do planejamento da Secretaria Estadual da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) para 2021.

Em entrevista concedida ao Agora RN, o titular da pasta, coronel Araújo Silva estabeleceu metas para o ano que vem, traçou prioridades para investimentos e fez um balanço da segurança pública do Rio Grande do Norte ao longo dos quase dois anos de sua gestão.

Na entrevista, coronel Araújo destaca a incorporação de novos militares, publicação de editais para novos concursos, estruturação de carreiras e convênios com a União para a compra de equipamentos, viaturas e um novo helicóptero.

O secretário de Segurança Pública do RN ressaltou ainda a diminuição no número de mortes violentas nos primeiros 23 meses de gestão. Ao todo, 664 vidas foram poupadas em relação aos primeiros 23 meses da gestão anterior, segundo dados do Obvio – Rede e Instituto de Pesquisa.

Fonte: G1/RN 

novembro 27, 2020

Clínicas particulares têm pedido de lista de espera para vacina da Covid-19

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Com a divulgação de resultados de eficácia de algumas vacinas contra a Covid-19, representantes de clínicas privadas de vacinação relatam aumento na procura de informações sobre a disponibilidade da imunização nesses locais. “Todo mundo está pedindo para entrar em lista de espera”, diz Geraldo Barbosa, presidente da ABCVAC, associação que reúne clínicas de vacinação.

“Mesmo quando estou atendendo os pacientes sobre outros assuntos não relacionados, me perguntam quando terá uma vacina de Covid na rede”, disse Eliana Bicudo, infectologista e diretora médica da clínica particular Clidip, em Brasília, que atende crianças e adultos.

Apesar da procura, a oferta do imunizante, já previsto para ser distribuído na rede pública pelo SUS (Sistema Único de Saúde) com base em um plano que deve priorizar grupos de maior risco para a Covid-19, não deve ocorrer na rede privada tão cedo.

“A procura nas clínicas está grande, porque muitas pessoas acham que, no mesmo momento de uma aprovação, a vacina vai ser liberada para o mercado privado, mas não vai”, diz Barbosa.

“Para 2021 não teremos vacina no primeiro semestre. No segundo semestre, há uma luz, mas nada certo”, diz.

Segundo ele, a previsão vem de contatos recentes feitos pelo setor com as empresas à frente na corrida por vacinas.

“Penso que só a partir de março do ano que vem, depois que começar a disponibilização, vamos ter uma previsão de como será no futuro. Vai ter, mas achamos que essa é uma vacina que vai chegar só num segundo momento [ao setor privado]. A prioridade agora é para quem é de grupo de risco”, afirma.

“Como temos uma capacidade reduzida, mas temos infraestrutura para vacinação, principalmente em empresas, é possível que as empresas, após aprovação pelos órgãos regulatórios e licença da Anvisa, forneçam para a rede particular uma amostra menor das suas vacinas –mas isso, acredito, só será possível no segundo semestre”, diz Bicudo.

Representantes de algumas das principais fabricantes (como a Pfizer, Janssen e AstraZeneca) ouvidos pela Folha confirmam que, com o alto volume de demanda frente à produção, as negociações para uma oferta após a conclusão dos testes estão restritas apenas aos governos neste momento.

O Ministério da Saúde já tem acordos para obter 142,9 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19, mas a oferta depende da conclusão dos testes e da futura aprovação pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A previsão é que boa parte dessas vacinas necessite de duas doses, o que traria uma capacidade de imunização, neste ano, de 71 milhões de brasileiros. O Ministério da Saúde tem afirmado que outras possíveis aquisições estão em análise.

Segundo a pasta, a expectativa é que a vacinação tenha início no fim do primeiro trimestre de 2021.

Juarez Cunha, presidente da Sbim (Sociedade Brasileira de Imunizações), diz que a oferta para a população dependerá da disponibilidade de doses, do perfil de cada vacina aprovada e do cronograma das empresas fabricantes, que também negociam com outros países.

Para ele, é provável que a oferta na rede pública não seja para toda a população, mas ainda é cedo para saber a extensão. “São cenários sobre os quais ainda não temos certeza para poder dar uma resposta”, diz.

“Tudo vai depender de quantas vacinas tivermos e que produtores conseguirão demonstrar segurança e eficácia para receberem aprovação dos órgãos reguladores. O que estão falando é de empresas com capacidade de 1 bilhão, outros 2 bilhões. Se tivermos várias vacinas que cheguem a esse ponto, aí talvez [possamos vacinar toda a população].”

A mesma incerteza, assim, vale para uma oferta futura para o setor privado, o que ele estima que não deve ocorrer antes do fim de 2021.

No futuro, a rede particular poderá auxiliar a imunização daqueles não contemplados em um primeiro momento pela rede pública. “Se o ministério determinar, segundo o avanço da epidemia, um programa de prevenção visando redução de mortes e hospitalizações, pode ser que crianças e jovens não sejam contemplados. Se a estratégia for de uma imunização mais esterilizante, para cortar a transmissão, esses grupos podem ser incluídos”, explica Renato Kfouri, pediatra e presidente do departamento de imunizações da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria).

Gabriel Oselka, pediatra e sócio proprietário da clínica de vacinação particular Cepidi, em São Paulo, afirma também que a imunização na rede particular é um complemento da pública. “Há anos trabalhamos em estreito contato com o SUS de forma a complementar ao PNI [programa nacional de imunização], e por isso não vislumbro a disponibilização da vacina na rede privada por muitos meses até que todos aqueles que possam ser atendidos pela pública sejam contemplados.”

Fonte: Folha de São Paulo

novembro 27, 2020

A cada 2 dias, pelo menos uma pessoa desaparece no RN

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Os recentes casos de desaparecimentos levantaram alerta para uma triste estatística: em média, uma pessoa desaparece no Rio Grande do Norte a cada 2 dias. Os dados são da Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análise Criminal (Coine), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), e correspondem ao período entre 1º de janeiro e 25 de novembro deste ano.  

O levantamento obtido pelo Agora RN mostra que 199 pessoas desaparecem em 2020 até o momento. Em comparação com 2019, houve uma redução de 38,20% dos casos, já que foram registrados 322 desaparecimentos no mesmo período do ano passado. A média, de acordo com o estudo, era de uma pessoa desaparecida por dia. É preciso considerar, no entanto, que alguns casos são de pessoas que sumiram de maneira voluntária.  

A dor de não saber o que se passa atingiu a família da adolescente Andreza Alves do Nascimento Marinho, de 16 anos, que desapareceu no último dia 21 no município de Tibau do Sul, no litoral Sul potiguar. “Estamos fazendo um apelo para que nos ajudem. Andreza é uma pessoa boa, transparente, nunca brigou com ninguém. Dói demais não saber como ela está. Somos sete irmãos e temos uma mãe debilitada que está desesperada”, relatou Carla Marinho, irmã da jovem.  

Segundo Carla, Andreza havia começado a trabalhar em uma lavanderia em Pipa há pouco mais de um mês. No sábado passado, ela saiu do estabelecimento às 17h, pegou um micro-ônibus e foi até Cabeceira, distrito onde mora. Lá, passou na casa de uma colega para buscar um documento. Em seguida, por volta das 18h, saiu caminhando em direção à própria casa, mas desapareceu no percurso de cerca de 15 minutos.  

O Boletim de Ocorrência foi registrado na delegacia do município logo no domingo 22. Andreza tem uma filha de 1 ano e 7 meses e mora com o marido. “Parte o coração ver a criança chorando pedindo a mãe. Pedimos que as polícias da região se reúnam para ajudar no caso, nas buscas. Qualquer pessoa que tenha alguma informação importante pode procurar a polícia também”, indicou Carla.  

As investigações estão sendo feitas pela Polícia Civil de Tibau do Sul, comandadas pelo delegado Everaldo Fonseca. Ele informou ao Agora RN, através da assessoria de comunicação da corporação, que já foram realizadas diligências na cidade. As pessoas que tiveram contato com Andreza no dia do desaparecimento também foram ouvidas, além do marido. A polícia afirmou que verificou os locais por onde a jovem passou e recolheu imagens de câmeras de segurança.  

Denúncia 
O coletivo União das Mulheres está arrecadando doações para a filha de Andreza, que podem ser entregues no Café Lagoa, em Tibau do Sul, ou através do Instagram @uniaodasmulheres.tbs. À reportagem, a equipe do movimento denunciou a falta de atendimento policial na região. Recentemente, uma mulher – que preferiu não ser identificada – teve a casa invadida e sofreu uma tentativa de estupro. Ligou para a Polícia Militar, mas não foi atendida. Ela só conseguiu registrar Boletim de Ocorrência na delegacia dois dias após a situação. Segundo o coletivo, não há atendimento especializado para as mulheres vítimas de violência.  

Núcleo de Investigação 
Em julho deste ano, a Polícia Civil instituiu o Núcleo de Investigação Sobre Pessoas Desaparecidas (NIPD), da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), para realizar procedimentos com o objetivo de investigar o desaparecimento de pessoas, além de executar ou difundir pedidos de localização de pessoas desaparecidas. A divisão é responsável apenas pelas notificações em Natal e Região Metropolitana. Dentre as funções que estão a cargo do núcleo estão: coordenar a distribuição das investigações de desaparecimentos de pessoas na Grande Natal e solicitar informações às diretorias que atuam diretamente com a atividade para consolidar um banco de dados, com o objetivo de mantê-lo sempre atualizado.  

Como agir em caso de desaparecimento 
Não é necessário esperar 24 ou 48 horas para registrar o desaparecimento de alguém. Se acreditar que a pessoa pode estar desaparecida, procure imediatamente a Polícia Civil. Quanto antes for comunicado, maiores as chances de a pessoa ser encontrada; 

Não omita informações da polícia durante o registro. Leve uma fotografia atual do desaparecido;  

Entre em contato com familiares, mesmo que residam em outras localidades, pois os desaparecidos podem se refugiar em casas de amigos ou parentes; 

Entre em contato com hospitais para saber se o desaparecido sofreu algum acidente ou foi vítima de violência; 

Se a pessoa já desa­pareceu antes, pro­cure onde ela foi en­contrada das outras vezes. 

Previna-se 
Tente garantir que os idosos andem sempre com documento e que carreguem junto anotado em pa­pel nome de um familiar, endereço e telefone; 

Solicite a carteira de identidade das crian­ças o mais cedo possível. Mantenha a foto do documento.  

Fonte: Agora RN

novembro 24, 2020

Natal já vive 2ª onda de coronavírus, mas com casos assintomáticos ou leves, afirma secretário de Saúde

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
O secretário de Saúde de Natal, George Antunes, afirmou nesta segunda-feira 23 que a capital potiguar já vive uma espécie de segunda onda de casos de Covid-19, mas que isso não é tão perceptível porque a maior parte dos pacientes não tem apresentado sintomas ou tem sentido apenas efeitos muito brandos da doença.

De acordo com o secretário, apesar de estarem surgindo mais casos de Covid, o número de pacientes internados em estado grave tem se mantido no mesmo patamar do período de baixa da pandemia porque jovens saudáveis têm sido os maiores acometidos pela doença atualmente. Nesse público, a letalidade do novo coronavírus é relativamente baixa.

Dados da plataforma “Monitora Covid-19”, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), mostram que, em uma semana, o número de novos casos de coronavírus aumentou praticamente seis vezes em Natal. Saiu de uma média de 18 casos por dia, em 15 de novembro, para cerca de 107, no último domingo 22. A média considera os casos da doença contabilizados nos sete dias anteriores.

Por outro lado, a taxa de ocupação de leitos segue estável nos hospitais. Até a publicação desta reportagem, havia 9 pacientes internados na UTI do Hospital Municipal de Campanha de Natal, sendo que o local tem capacidade para receber 20 infectados em estado mais grave. Ou seja, na UTI a taxa de ocupação é inferior a 50%.

Nos leitos clínicos do hospital de campanha, a situação é ainda mais confortável: segundo o secretário, cerca de 80% dos leitos estão livres há vários dias.

Em todo o Estado (rede pública), de acordo com a plataforma “Regula RN”, da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) e do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (Lais), a taxa de ocupação de leitos de UTI está em 47%. Nos leitos clínicos, gira em torno de 32%. As autoridades de saúde consideram que, até 60%, a ocupação de leitos está sob controle.

Além disso, o número de novas mortes provocadas pela Covid-19 segue estável. Desde 24 de outubro, a média tem oscilado entre nenhuma ou 1 morte por dia. No auge da pandemia, a média de novas mortes por dia na semana que terminou em 4 de julho chegou a 23 óbitos apenas em Natal.

Em função desses números, George Antunes afirma que, por enquanto, a alta de casos não é motivo para alarde. Ele faz questão de ressaltar que o recrudescimento da pandemia não tem representado uma sobrecarga na rede hospitalar da capital do Estado.

“A segunda onda é essa que estamos vendo aí. Das pessoas que estão sendo testadas, cerca de 30% não estão adoecendo. Alguns são até assintomáticos. Isso porque quem está sendo testado e positivado é o adulto jovem. Com a volta da atividade econômica, eles voltaram às atividades laborais, voltaram para as suas festas, bares, restaurantes. Era um processo que esperávamos que acontecesse. O nosso receio é que adoeça o adulto jovem que tem comorbidade, ou que o adulto jovem leve o vírus para dentro de casa e contamine pessoas vulneráveis”, registrou o secretário, em entrevista à 98 FM.

O secretário municipal de Saúde atribui o aumento no número de casos de Covid-19 também às aglomerações registradas durante a campanha eleitoral. Em Natal e no interior, candidatos a prefeito e vereador promoveram atos que reuniram multidões sem máscara e sem respeitar o distanciamento social – as duas medidas mais importantes para prevenir o coronavírus, segundo os especialistas.

“Após o grande pico da pandemia, que foi entre junho e julho, fizemos uma descendente, foi quase uma reta. Chegamos num ponto próximo de zero. Mas, de umas 4 semanas para cá, percebemos um aumento. Ainda não alarmante, mas preocupante, como todo aumento. Vimos campanhas políticas com grandes aglomerações. Esperávamos que isso acontecesse. É uma marca de todo vírus, de toda epidemia”, destacou George Antunes.

Fonte: AGORA RN

novembro 23, 2020

[LAMENTÁVEL] Maternidade Claudina Pinto será leiloada em dezembro, grande perca para o Município de Apodi.

2 comentários | Deixe seu comentário.
Após o cancelamento do convênio da Prefeitura Municipal de Apodi com a APAMI, a Maternidade Claudina Pinto será leiloada no próximo mês (04/12) para quitar as dívidas trabalhistas.

O imóvel da APAMI de Apodi é avaliado em R$ 1,7 milhões (1⁰ leilão), poderá ser vendido por até R$ 850,00 mil (2⁰ leilão). São 2.200 metros quadrados e toda a estrutura de uma maternidade.


Fonte: Blog por de trás da maquiagem

novembro 23, 2020

RN não corre risco de sofrer apagão como o Amapá, reforça Cosern

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.

Cosern informou que conta com 68 subestações espalhadas pelo estado - Foto: Reprodução

Na noite do último dia 3 de novembro um incêndio atingiu a subestação de energia elétrica localizada na Zona Norte de Macapá, deixando 13 das 16 cidades do estado do Amapá sem energia. Cerca de 730 mil pessoas foram afetadas pelo corte, o que representa 85% da população local. Segundo a Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), a população potiguar não corre risco de passar por um cenário semelhante.

A Companhia informou que o sistema elétrico do RN é um dos mais confiáveis do país, porque a Cosern foi uma das primeiras distribuidoras de energia do Brasil a automatizar todas as suas subestações elétricas, procedimento foi feito há 20 anos.

Ainda segundo a Companhia, as diferenças geográficas entre as regiões, o Amapá é um estado que possui muitos rios, pode influenciar na distribuição de energia e no risco de acontecer falhas de fornecimento.

A Cosern informou que conta com 68 subestações espalhadas pelo estado, além de mais 3 subestações móveis, estacionadas em Natal, Mossoró e Caicó e prontas para entrar em funcionamento em caso de emergência. Ainda de acordo com a Companhia, todo o sistema elétrico é operado segundo os padrões mais modernos, a partir de um Centro de Operações Integrado no Edifício-Sede, em Natal.

A Cosern está presente nos 167 municípios potiguares, detém uma área de concessão de 53 mil quilômetros quadrados e atende 1,4 milhão de clientes (3,5 milhões de habitantes).

A empresa do RN foi vendida em leilão de privatização em 1997 e adquirida pelo consórcio formado pela Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba), Neoenergia e Uptick Participações S/A pelo valor de R$ 676,4 milhões. Atualmente são acionistas a Neoenergia, a Uptick e a Previ – Caixa Previdenciária dos Funcionários do Banco do Brasil.

Amapá
O Amapá enfrenta problemas no fornecimento de energia desde o dia 3 de novembro, afetando o abastecimento de água, a compra e armazenamento de alimentos, serviços de telefonia e internet, entre outros. Quase 90% da população (cerca de 765 mil pessoas) foi atingida.

No 11 de novembro o fornecimento de energia ainda estava sendo restabelecido em regime de rodízio para 80% do estado. No dia 17, o Amapá sofreu mais um apagão, atingindo 13 das 16 cidades do estado que já estavam com fornecimento racionado por causa do blecaute ocorrido em 3 de novembro.

Sexta-feira 20, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou a liberação operacional, em caráter excepcional, de duas usinas termelétricas para abastecer o estado.

A Gemini Energy, empresa estrangeira que atua nos 14 municípios amapaenses atingidos pelo apagão, é alvo de críticas de diferentes lados devido a falta de equipamentos para solucionar prontamente o problema.
Em 2016 a companhia espanhola Isolux, que operava na região, entrou em recuperação judicial. Depois desse processo, a empresa passou a atuar como Gemini Energy, sendo a responsável, desde janeiro de 2020, por 85,04% das linhas de transmissão da subestação em questão, enquanto 14,96% ficam a cargo da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).

Fonte: Agora RN

novembro 23, 2020

Governo do RN trabalha, presta contas e cuida das pessoas

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Fátima Bezerra
Governadora do RN

O Governo do Estado pôde, finalmente, apresentar à população do Rio Grande do Norte uma ampla prestação de contas, que vai além das plataformas digitais, e que chega a cada município, a cada comunidade rural, a cada potiguar, pelo que chamamos comunicação de massa, que é a televisão, o rádio, a internet. Agora, podemos ecoar com mais força e assertividade o que fizemos durante a pandemia do Coronavírus – os mais de 600 leitos viabilizados, a contratação de mais de três mil profissionais de saúde, a distribuição de quase cinco milhões de máscaras, o suporte aos vulneráveis, com a distribuição de 3.500 toneladas de alimentos. O que estamos fazendo agora, com o número de casos de Covid aumentando no nosso Estado.

O tema central dessa campanha, “O Governo do RN trabalha, presta contas do que faz e cuida das pessoas”, não poderia ser mais coerente, porque coaduna com algo que sempre foi uma premissa inegociável da nossa gestão: a transparência. Passados oito meses sem que dispuséssemos de um instrumento de comunicação de massa era natural que as pessoas se perguntassem: mas esses leitos todos foram viabilizados por um só Governo? Todas essas ações foram de um só Governo? É hora de dizer que sim! E que não é milagre, é gestão, é parceria.

É preciso contar às pessoas do acerto da nossa gestão, uma gestão séria, comprometida, que dá cidadania às pessoas, que dá resultados. Que fechou e abriu o comércio na hora certa, sem se dobrar ao populismo, como vimos acontecer país afora. Que a partir dessas iniciativas estamos há cinco meses em estabilidade quanto ao número de óbitos.

Mas é preciso contar também sobre esse novo momento. E alertá-los: graças a Deus não estamos perdendo um número maior de vidas, mas o número de casos aumentou! E que mesmo com o número de óbitos sob controle, urge à população redobrar os cuidados e fazer a sua parte: com a obrigatoriedade da higienização, uso de máscaras, evitar aglomerações, etc.

O Governo do Estado continua trabalhando. Estamos em reuniões constantes com o Comitê Científico e o Ministério Público para dimensionar esse novo momento e nos antecipar caso uma segunda onda venha a acometer nossa população. Adquirimos 150 mil testes sorológicose e já encaminhamos uma pesquisa em todas as regiões do estado com outros 24 mil testes. Os leitos que viabilizamos junto à rede pública de saúde estão todos adequados, caso haja necessidade de serem revertidos novamente para o atendimento à Covid.

Quando dissemos que viabilizamos uma rede de hospitais cujos leitos são equivalentes a pelo menos seis hospitais de campanha do porte do que foi anunciado em Natal estamos falando de segurança para a população. Quando dissemos que, em vez de expor nossos jovens a um ambiente que não dispõe do suporte necessário, passamos a oferecer as aulas da rede pública de forma virtual, estamos cuidando dos nossos alunos. Quando empossamos mais de mil policiais, como ocorreu ontem no Centro de Convenções em uma cerimônia de encher os olhos, estamos olhando pela vida das pessoas.

A redução do número de homicídios em 25% desde que iniciamos nosso Governo não é à toa. O pagamento dos salários dos nossos servidores dentro do mês desde que aqui chegamos também não é à toa. Os investimentos que estão retornando ao Rio Grande do Norte, graças à modernização da política de incentivos fiscais que estamos adotando, também não é à toa. Mas também não é milagre. Eu repito: é gestão. Gestão de um Governo que não só trabalha, mas que transforma a vida das pessoas. E que cuida delas.

Fonte: TRIBUNA DO NORTE

novembro 22, 2020

O Município de Apodi continua sendo a primeiro do RN com maior incidência em casos confirmados do novo COVID-19

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
A Município de Apodi/RN continua dentro do contexto do COVID-19 como uma das cidades do estado com a maior incidência em número de casos confirmados do novo Corona Vírus.

É importante entender que a pandemia ainda não acabou e todos os cuidados devem ser mantidos até a chegada da vacina.

Fonte: Instagram/@dr_deassis

novembro 20, 2020

Foram 606 óbitos nas últimas 24 horas no Brasil

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o Coronavírus no Brasil nesta quinta-feira (19):

– Registro de 606 óbitos nas últimas 24h, totalizando 168.061 mortes;

– Foram 35.918 novos casos de Coronavírus registrados, no total 5.981.767 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do Coronavírus é 5.407.498, com o registro de mais 17.635 pacientes curados. Outros 406.208 pacientes estão em acompanhamento.

novembro 19, 2020

Robério consulta apoiadores para decidir se assume Câmara ou AL

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Professor Robério Paulino, eleito vereador em Natal e em vias de assumir mandato na Assembleia. Foto: José Aldenir/Agora RN

Eleito vereador de Natal pelo PSOL no último domingo 15, o professor universitário Robério Paulino ainda não sabe se vai assumir o cargo. Isso porque, além da vaga na Câmara Municipal, o professor trabalha com a possibilidade de conquistar um mandato na Assembleia Legislativa, depois da cassação do deputado estadual Sandro Pimentel.

Robério é o 1º suplente de Sandro na Assembleia, mas ainda aguarda a confirmação do mandato pela Justiça Eleitoral, que ainda não decidiu se, apesar da cassação, os votos obtidos por Sandro Pimentel na eleição de 2018 continuarão válidos. Se sim, a vaga é de Robério. Se não, haveria recontagem, e a vaga seria preenchida pelo ex-deputado Jacó Jácome.

Mas, apesar da possibilidade de escolher qual mandato assumirá, Robério Paulino disse que não tomará qualquer decisão antes de consultar seus apoiadores. Ele estuda, inclusive, abrir uma enquete nas redes sociais perguntando aos seus eleitores por qual mandato ele deve optar.
À reportagem, Robério conta que preferiria assumir o mandato de vereador, mas que a decisão será coletiva.

“Estou inclinado e ficar na Câmara, mas essa decisão não é só minha. A decisão será dos grupos políticos que me apoiaram”, afirmou Robério, revelando que são seis os grupos dentro do partido. “A decisão ainda não está tomada, embora a maioria quer que eu fique na Câmara”, acrescentou.
O professor explicou que prefere ser vereador porque, caso assuma a vaga na Assembleia, terá pouco tempo para trabalhar uma eventual reeleição para deputado estadual.

Suplência como deputado atrapalhou eleição para vereador
Eleito vereador em Natal com 1.886 votos, Robério enfatiza que poderia ter sido melhor votado. “A suplência na Assembleia atrapalhou minha campanha. Pelo menos dois terços dos meus eleitores não votaram em mim porque diziam que eu já seria deputado. Com essa história, perdi muito voto agora em 2020. Essa demora do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em decidir me prejudicou muito”, disse ele, se referindo ao processo de cassação de Sandro Pimentel.

Sandro teve seu mandato de deputado estadual cassado em outubro. Eleito em 2018 com mais de 19 mil votos, ele foi acusado pelo Ministério Público de ter cometido irregularidades na arrecadação de recursos durante a campanha. O órgão apontou que Sandro recebe R$ 35 mil por meio de depósitos irregulares. A legislação determina que doações acima de R$ 1.064,10 aconteçam a partir de transferências eletrônicas identificadas, mas o parlamentar recebeu sete depósitos em dinheiro com quantias maiores.

O deputado reconhece a falha, mas diz que o erro foi meramente formal. Sandro afirma que o dinheiro era dele e que não teve intenção de ocultar a origem dos recursos. Ele considera a cassação uma punição desproporcional.

Jacó Jácome também está na briga
E se o professor Robério Paulino decidir pela vaga que conquistou na Câmara Municipal de Natal, a cadeira que seria dele na Assembleia Legislativa deverá ser ocupada pelo segundo suplente do PSOL, o também professor Luis Carlos? Não dá para cravar. É que Jacó Jácome, do PSD, ainda briga pela vaga. Ele entrou com uma ação pedindo que os votos de Sandro sejam anulados. Isso forçaria uma nova totalização dos votos, beneficiando o ex-deputado.

“Vai haver uma guerra”
Caso se confirme a vontade do professor – e os grupos internos do PSOL que o apoiam decidam por ele assumir mesmo a vaga no legislativo natalense – Robério disse que vai travar uma guerra na Câmara. “Vai haver uma guerra. Vamos lutar para fazer uma transformação”, afirmou.

A luta, segundo ele, é para fazer a licitação do transporte público da capital sair do papel. O projeto, que existe há pelo menos uma década, já tramitou na CMN e aguarda que a Secretaria de Administração publique um novo edital. “Vamos cobrar ônibus novos. A licitação do transporte tem que sair de qualquer jeito”, afirmou o professor.

Outras bandeiras que serão defendidas na Câmara, ainda de acordo com Robério – caso ele venha a assumir a vaga, é óbvio – serão as da educação, meio ambiente e saúde.

“Sou professor e vou lutar por uma revolução na qualidade da educação de Natal, com uma campanha para acabar com o analfabetismo”, disse Robério.

No meio ambiente, ele tem um projeto para plantar árvores pela cidade. “Vou plantar 50 mil árvores em Natal. Com ou sem apoio da prefeitura, vou encher as praças de Natal de árvores. Natal será a cidade mais arborizada do Brasil”, prometeu. “E o prefeito, se não quiser, vai ter que mandar me prender por plantar árvores”, acrescentou.

Na saúde, ainda segundo o professor, a batalha será pela recuperação das unidades básicas de saúde do município. “E dinamização do Programa de Saúde da Família”, emendou.

Fonte: Agora RN

novembro 19, 2020

RN tem aumento de internações por Covid-19 e UTIs particulares mais que dobram de pacientes em novembro

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
O Rio Grande do Norte entrou em um ritmo crescente de internações por Covid-19 desde o dia 11 de novembro e voltou a ter mais de 200 pacientes com a doença nos hospitais pelo estado. Isso não ocorria desde o dia 1º de outubro, quando eram 207.

Segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap) de quarta-feira (18), o estado atualmente tem 213 pessoas internadas.

Desse total, 107 estão em leitos críticos, setor que também sofreu uma evolução neste período. Atualmente, a ocupação é de 44,83% no serviço público e de 28,7% no serviço privado.

Os leitos privados tiveram um aumento significativo. No dia 2 de novembro, no primeiro boletim divulgado no mês, a ocupação das UTIs era de 13%, com 20 pessoas internadas. Atualmente, são 44, mais que o dobro.

Essa ocupação dos leitos críticos chegou a ser de 8% em 24 de outubro, com 13 pessoas internadas.

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN

Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

Fonte:G1/RN

novembro 18, 2020

Caso José Carlos: teste de DNA confirma que corpo é da criança de oito anos

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
O Instituto Técnico Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep) confirmou nesta terça-feira 17 que o corpo encontrado na semana passada, em um terreno no bairro Pajuçara, na zona Norte de Natal, é mesmo de José Carlos da Silva, de apenas 8 anos. Exame de material genético confirmou a identidade da criança.

Os peritos do Itep compararam amostras de material genético da mãe da criança, Ozenilda das Dores, com o DNA retirado dos ossos do cadáver encontrado no dia 12 de novembro. Os testes comprovaram o parentesco entre os dois.

Ainda de acordo com o Itep, apesar de identificado, o corpo do menino não será liberado para que a família faça o sepultamento. Os médicos legistas ainda aguardam os resultados dos testes de antropologia para definir a causa da morte.

O corpo do menino ainda irá passar por uma análise de ossada para verificar se há alguma fratura ou lesão na área dos ossos, já que o corpo estava em estado avançado de decomposição.

O diretor do ITEP, Marcos Brandão, afirmou que o corpo do menino só deve ser liberado para o sepultamento após serem realizados todos os exames que ajudem a elucidar o caso.

Marcos informou ainda que amostras do DNA do menino ainda estão armazenadas para investigações futuras. Uma folha com sangue encontrada no local do corpo também passará por análise de DNA para verificar se há compatibilidade com o sangue do menino.

Corpo foi encontrado em matagal
O corpo de uma criança foi encontrado por volta das 11h desta quinta-feira 12 no bairro Pajuçara, Zona Norte de Natal. O cadáver foi encaminhado para o Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP), onde passará por exame de DNA para saber se é do menino José Carlos, de 8 anos, que desapareceu desde 21 de outubro.

A hipótese das autoridades é baseada nas características do corpo que são as mesmas de José Carlos. A irmã do garoto, inclusive, afirmou que as roupas encontradas são as mesmas que o menino usava no dia em que desapareceu. A maioria da família esteve no Itep, incluindo a mãe, Ozenilda das Dores, e uma irmã. Ambas não quiseram conceder entrevista.

O suposto corpo de José Carlos foi encontrado pela Polícia Militar, após uma mulher acionar a corporação por sentir um mau cheiro vindo de uma granja próxima. O local onde a cova foi cavada fica a 500 metros da residência da família de José Carlos.

Entenda o caso
O menino José Carlos, de 8 anos, sumiu no último dia 21, após sair de casa para deixar uma garrafa de suco para um irmão, que estava trabalhando em um semáforo na Zona Norte de Natal.

No dia 4 de novembro, policiais civis do Núcleo de Investigação sobre Pessoas Desaparecidas (NIPD), da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), e militares do Corpo de Bombeiros da Paraíba iniciaram a operação de buscas pelo menino com a ajuda de quatro cães farejadores.

O percurso realizado por José Carlos foi rastreado e imagens de câmeras de segurança foram coletadas, de acordo com a Polícia Civil. No entanto, as buscas foram suspensas porque a equipe agora está focando em outras linhas de investigação — atualmente sigilosas para não atrapalhar o andamento do inquérito.

Na sexta-feira 6 aconteceu o terceiro protesto feito por familiares e vizinhos de José Carlos. A manifestação aconteceu na Zona Norte de Natal e a família do menino levou faixas com a frase “Enquanto não há notícias, há esperanças”. José Carlos saiu de casa na manhã do dia 21 de outubro para levar um suco para o irmão que estava trabalhando no semáforo do cruzamento das avenidas João Medeiros Filho e Moema Tinoco, lugar movimentado da região.

O corpo de uma criança foi encontrado por volta das 11h desta quinta-feira 12 no bairro Pajuçara, Zona Norte de Natal.

Fonte: Agora RN

novembro 17, 2020

Parte de falésia desaba e mata casal e bebê de 1 ano em Pipa (RN)

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Um casal e um bebê morreram após parte de uma falésia desabar no início da tarde desta terça-feira (17) na praia de Pipa, um dos principais destinos turísticos do Rio Grande do Norte.

Uma das vítimas, Hugo Pereira, de 32 anos, era gerente de recepção no hotel Sunbay. Ele é natural de Jundiaí, no interior de São Paulo, e morava havia alguns anos em Pipa. Hugo aproveitava um dia de folga na praia com a mulher, Stella Souza, o filho de 1 ano e o cachorro da família quando aconteceu o acidente.

Fonte: G1/RN
Foto: Arquivo pessoal 

novembro 17, 2020

Votação de prefeito eleito em Severiano Melo (RN) é maior que número de habitantes; entenda

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
O prefeito eleito no município de Severiano Melo, Jacinto Carvalho (Republicanos), conquistou 2.922 votos no pleito eleitoral do último domingo (15). Ele teve mais votos que o número de habitantes do município que é 2.088, segundo estimativa do IBGE. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a cidade tem 6.482 eleitores registrados. É a maior diferença proporcional entre número de eleitores e número de habitantes do país.

O segundo candidato mais votado do município, Sezinildo Gomes (PSB), também recebeu mais votos que o número de habitantes. Foram 2.728 votos.

De acordo com um levantamento feito pelo G1, o número de pessoas aptas a votar na cidade equivale a 310% da população. Em número absolutos, os 4.394 eleitores a mais representam a quarta maior diferença do país.

A prefeitura de Severiano Melo afirma que o município conta com áreas de disputa territorial com municípios vizinhos. São sítios e comunidades cujas pessoas se identificam como de Severiano Melo e são atendidas pelo município, mas nos mapas pertencem a municípios próximos, como Itaú e Apodi. A biometria confirma essa diferença: são 6.405 com registro biométrico na cidade, quase a mesma quantidade de eleitores.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN), o conceito de domicílio eleitoral "é mais amplo" que o conceito de domicílio civil. "O entendimento do TSE, e também da Corte Eleitoral Potiguar, firma-se no sentido de que não apenas o local de residência é fator determinante para que um cidadão ostente a qualidade de eleitor em determinado município. Conceitos como vínculo afetivo, vínculo comunitário e patrimonial, que são elementos culturais muito presentes na região nordeste, atraem a possibilidade de que uma pessoa, mesmo não residindo no município, possa ter reconhecida sua condição de eleitor".

Ainda de acordo com o levantamento realizado, o Rio Grande do Norte tem 30 cidades com mais eleitores do que habitantes. Ao todo, os municípios potiguares reúnem 17.129 eleitores a mais do que as populações dessas cidades.

Fonte: G1/RN

novembro 17, 2020

Confira os prefeitos eleitos nos 167 municípios do Rio Grande do Norte

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Os potiguares elegeram, neste último domingo (15), os gestores que vão administrar seus municípios pelos próximos quatro anos. Ao todo, foram escolhidos 130 homens e 37 mulheres no estado. Duas candidaturas ainda estão sub judice.

Com o uso de um modelo de automação que se utiliza de inteligência artificial, o G1 RN publicou uma matéria para cada um dos 167 municípios potiguares com o resultado das eleições. Clique no nome dos eleitos, abaixo, para acessar as matérias.

Acari - Fernando (Solidariedade)
Assu - Dr. Gustavo (PL)
Afonso Bezerra - Neto de Zoraide (PT)
Água Nova - Ronaldo Souza (DEM)
Alexandria - Jeane Ferreira (PSD)
Almino Afonso - Jessica Amorim (MDB)
Alto do Rodrigues- Nixon Baracho (DEM)
Angicos- Pinheiro (MDB)
Antônio Martins - Jorge Fernandes (PSD)
Apodi - Alan Silveira (MDB)
Areia Branca - Iraneide Rebouças (PSDB)
Arês - Bergson Iduíno (Republicanos)
Campo Grande - Bibi de Nenca (MDB)
Baía Formosa- Camila Melo (Republicanos)
Baraúna - Divanize Oliveira (PSD)
Barcelona - Fabiano de Vavá (PSD)
Bento Fernandes - Júnior Marques (MDB)
Bodó - Marcelo Filho (PSD)
Bom Jesus - Clécio Azevedo (PSDB)
Brejinho- João Gomes (MDB)
Caiçara do Norte - Pilola (PSDB)
Caiçara do Rio do Vento - Ceiça (Republicanos)
Caicó - Dr. Tadeu (PSDB)
Campo Redondo - Dr. Renam (PROS)
Canguaretama - Wellinson (PP)
Caraúbas - Juninho Alves (PSDB)
Carnaúba dos Dantas - Gilson Dantas (MDB)
Carnaubais - Mareineide Diniz (DEM)
Ceará-Mirim - Júlio César (PSD)
Cerro Corá - Novinho (PSDB)
Coronel Ezequiel - Boba (MDB)
Coronel João Pessoa - Fátima de Pachica (PSDB)
Cruzeta - Joaquim de Medeirinho (PSB)
Currais Novos - Odon Jr. (PT)
Doutor Severiano -Neri (Republicanos)
Parnamirim - Taveira (Republicanos)
Encanto - Alberone (DEM)
Equador- Professor Cletson (PSD)
Espírito Santo - Fernando Teixeira (PSDB)
Extremoz - Jussara Sales (PROS)
Felipe Guerra- Salomão Gomes (PL)
Fernando Pedroza- Sandra Jaqueline (MDB)
Florânia- Galo (PSDB)
Francisco Dantas -Adolfo (PSB)
Frutuoso Gomes - Janda Jácome (MDB)
Galinhos- Irmão Naldo (PL)
Goianinha - Nira (PL)
Governador Dix-Sept Rosado - Artur Vale (DEM)
Grossos- Cinthia Sonale (PSDB)
Guamaré - Hélio de Mundinho (MDB) - sub judice
Ielmo Marinho - Rossane de Germano (PSDB)
Ipanguaçu - Valderedo (PL)
Ipueira - Galego Paiva (MDB)
Itajá - Alaor (PP)
Itaú- André Júnior (PP)
Jaçanã - Uady (PSDB)
Jandaíra- Marina Dias (MDB)
Janduís - Salomão Gurgel (PSOL)
Boa Saúde - Dr Wellington (PSDB)
Japi- Simone Silva (PL)
Jardim de Angicos - Carlinhos (DEM)
Jardim de Piranhas - Rogério Couro Fino (MDB)
Jardim do Seridó - Amazan (PSD)
João Câmara - Manoel Bernardo (DEM)
João Dias - Marcelo Oliveira (PP)
José da Penha - Dr. Raimundinho (PSDB)
Jucurutu- Iogo Queiroz (PSDB)
Jundiá - Zé Arnor (MDB)
Lagoa d'Anta- João Paulo Lopes (PL)
Lagoa de Pedras - Guilherme (PSD)
Lagoa de Velhos- Sonyara (PSDB)
Lagoa Nova - Luciano (MDB)
Lagoa Salgada - Osivan Queiroz (MDB)
Lajes - Felipe Menezes (PP)
Lajes Pintadas - Luciano (Republicanos)
Lucrécia- Ceição Duarte (DEM)
Luís Gomes - Tututa (MDB)
Macaíba - Emídio Jr. (PL)
Macau - Dr Zé Antonio (DEM)
Major Sales - Maria Elce (MDB)
Marcelino Vieira - Babau (PSD)
Martins - Mazé (DEM)
Maxaranguape - Luis Eduardo (PSDB)
Messias Targino - Shirley (PL)
Montanhas - Manuel Gustavo (PSB)
Monte Alegre - André Rodrigues (PL)
Monte das Gameleiras- Jailton Félix (PP)
Mossoró- Allyson Bezerra (Solidariedade)
Natal - Álvaro Dias (PSDB)
Nísia Floresta- Daniel Marinho (PSDB)
Nova Cruz - Flávio de Berói (MDB)
Olho d'Água do Borges- Maria Helena (PSDB)
Ouro Branco - Samuel Souto (PL)
Paraná - Josiene Gomes (MDB)
Paraú - Maria Olímpia (PP)
Parazinho - Carlinhos de Veri (PP)
Parelhas - Dr. Tiago Almeida (PSDB)
Rio do Fogo - Márcio de Cici (DEM)
Passa e Fica- Flaviano Lisboa (PDT)
Passagem - Juninho Fagundes (MDB)
Patu - Rivelino (MDB)
Santa Maria - Dr. Raniery (PP)
Pau dos Ferros - Marianna Almeida (PSD)
Pedra Grande- Pedro Henrique (PSDB)
Pedra Preta - Paulo Henrique (PP)
Pedro Avelino- Dr. Alexandre (MDB)
Pedro Velho - Dejinha (PSDB)
Pendências - Flaudivan (MDB)
Pilões - Dr. Sabino (MDB)
Poço Branco- Edinho (PROS)
Portalegre - Zé Augusto (DEM)
Porto do Mangue - Sael Melo (MDB)
Serra Caiada- Joãozinho Furtado (PSDB)
Pureza - Neto Moura (DEM)
Rafael Fernandes - Bruno Anastácio (DEM)
Rafael Godeiro - Keke de Dr Abel Filho (MDB)
Riacho da Cruz - Marcos Aurélio (PP)
Riacho de Santana - Dr Cássio (PL)
Riachuelo - Joca (PSB)
Rodolfo Fernandes - Lilito Monteiro (MDB)
Tibau - Lidiane (PSDB)
Ruy Barbosa- Tiquinho (PSDB)
Santa Cruz - Ivanildinho (PSDB)
Santana do Matos- Alice de Assis (Republicanos)
Santana do Seridó- Hudson (PSD) - sub judice
Santo Antônio - Raulison Ribeiro (MDB)
São Bento do Norte - Dão (PSD)
São Bento do Trairí - Keka (PSD)
São Fernando- Genilson Maia (PL)
São Francisco do Oeste - Lusimar Porfírio (PSDB)
São Gonçalo do Amarante - Paulinho Freire (PROS)
São João do Sabugi - Anibal Pereira (MDB)
São José de Mipibu - Zé Figueiredo (MDB)
São José do Campestre - Nenem Borges (MDB)
São José do Seridó - Jackson Dantas (MDB)
São Miguel - Célio de Elizeu (PSDB)
São Miguel do Gostoso- Renato de Doquinha (PSD)
São Paulo do Potengi- Pacelli (MDB)
São Pedro - Miguel Cabral (PSDB)
São Rafael - Reno Marinho (PL)
São Tomé - Baba (Republicanos)
São Vicente - Jane (MDB)
Senador Elói de Souza - Maciel Gomes (PL)
Senador Georgino Avelino - Antonio Freire (MDB)
Serra de São Bento - Wanessa Morais (MDB)
Serra do Mel- Bibiano (PL)
Serra Negra do Norte - Serginho (PSDB)
Serrinha- Deda Terto (PSB)
Serrinha dos Pintos - Bárbara Teixeira (PP)
Severiano Melo - Jacinto Carvalho (Republicanos)
Sítio Novo - Andrezza Brasil (PT)
Taboleiro Grande - Tarcinha (PSD)
Taipu - Louvado (PSD)
Tangará - Doutor Airton (PDT)
Tenente Ananias - Larissa (PSD)
Tenente Laurentino Cruz - Inácio Macedo (PL)
Tibau do Sul - Valdenicio Costa (DEM)
Timbaúba dos Batistas - Ivanildinho (PL)
Touros - Pedro Filho (PROS)
Triunfo Potiguar - Darkinha Irmã de Neto (PP)
Umarizal- Raimundo Pezão (DEM)
Upanema - Renan Mendonça (PL)
Várzea - Pedro Sales (MDB)
Venha-Ver - Dr Cleiton (PL)
Vera Cruz - Marcos Cabral (DEM)
Viçosa - Ramon (Republicanos)
Vila Flor- Thuanne Souza (Republicanos)

Fonte: G1/RN

novembro 16, 2020

Menor cidade do RN tem apenas um candidato a vereador derrotado e com diferença de um voto

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Foto: Google

A cidade de Viçosa, a menor do Rio Grande do Norte, teve apenas um candidato a vereador que não foi eleito para a legislatura municipal nos próximos quatro anos. E a disputa foi acirrada: Rodrigo (Republicanos), o único a ficar de fora entre os concorrentes, perdeu as eleições 2020 por apenas um voto.

A Câmara Municipal de Viçosa tem nove vagas e teve 10 candidatos concorrendo ao pleito nas eleições municipais que aconteceram neste domingo (15) - foi a menor concorrência do Brasil. Todos os candidatos, inclusive, eram do mesmo partido: o Republicanos.

Ao fim da apuração, Rodrigo teve 124 votos, um a menos que Oliveira (Republicanos) e dois a menos que Toinha Sabino (Republicanos), e foi o único candidato a ficar de fora da Câmara Municipal de Viçosa entre 2021 e 2024.

Os outros nove candidatos se elegeram. Rodrigo será suplente na próxima legislatura.

O prefeito Ramon, também do Republicanos, foi o único candidato ao cargo na cidade e acabou eleito com 1.340 votos.

Localizada na Região Oeste do estado, Viçosa tem 1.718 habitantes, segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2019, e é a cidade menos populosa do RN.

Vereadores eleitos em Viçosa
Raimundo (Republicanos) - 262 votos
Cibalena (Republicanos) - 160
Leônidas Forte - 158
Helena (Republicanos) - 142
Márcio do Caminhão (Republicanos) - 136
Maria de Manezão (Republicanos) - 132
Américo (Republicanos) - 129
Toinha Sabino (Republicanos) - 126
Oliveira (Republicanos) - 125
Ficou de fora

Rodrigo (Republicanos) - 124

Fonte: G1/RN

novembro 16, 2020

Allyson Bezerra, do Solidariedade, é eleito prefeito de Mossoró

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Allyson Bezerra (Solidariedade) foi eleito prefeito de Mossoró, na região Oeste do estado, neste domingo (15), segundo confirmou o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte. Com 100% das urnas apuradas, o candidato teve 65.297 votos, que representam 47,52% dos votos válidos. O prefeito eleito tem 28 anos e deverá deixar a Assembleia Estadual, onde exerce seu primeiro mandato parlamentar, para assumir o cargo.

O resultado foi divulgado pelo TRE-RN pouco após às 22h, antes do resultado oficial divulgado pelo sistema Tribunal Superior Eleitoral. Com o resultado final, Alyson superou a atual prefeita do município, Rosalba Ciarlini, que teve 59.034 votos (42,96%).

Alyson Bezerra (Solidariedade) - 65.297 votos (47,52%)
Rosalba Ciarlini (PP) - 59.034 votos (42,96%)
Isolda Dantas (PT) 8.051 (5,86%)
Claudia Regina (DEM) - 4.046 (2,94%)
Professor Ronaldo (PSOL) - 611 (0,44%)
Ceição (PTB) - 378 (0,28%)

Mossoroense, nascido em 1992, Allyson viveu até os 12 anos na zona rural, no Sítio Chafariz. Lá, começou a estudar e também a trabalhar para ajudar no sustento da família. Durante a adolescência, começou a atuar em grêmios estudantis, conselhos e comissões escolares, além de serviços voluntários em campanhas sociais.

Servidor da Ufersa desde os 20 anos, o prefeito eleito é graduado em Ciência e Tecnologia e Engenharia Civil pela instituição. Antes disso, concluiu curso técnico/profissionalizante em edificações, no IFRN. Também é especialista em Engenharia Ambiental pela Universidade Cândido Mendes do Rio de Janeiro/RJ e mestre em Manejo de Solo e Água pela Ufersa.

Em 2018, ele foi eleito para seu primeiro cargo eletivo, na Assembleia Legislativa, com 20.228 votos recebidos em 155 municípios potiguares, sendo o segundo mais votado em seu Mossoró, com 13.095 votos.

Fonte: G1/RN

novembro 15, 2020

Agnaldo Fernandes vota na Escola Valdemiro Pedro Viana da comunidade rural de Santa Rosa II, em Apodi.

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
O candidato a prefeito Agnaldo Fernandes pelo PT em Apodi, votou nesta manhã na Escola Estadual Valdemiro Pedro Viana, na comunidade rural de Santa Rosa II. 

novembro 11, 2020

Pessoas ligadas a Administração Municipal usam Fake News para atingir candidata a Vice-prefeita opositora em APODI, RN

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Com o crescimento da campanha de Agnaldo e Saúde no município de Apodi, pessoas ligadas ao atual Prefeito, usam suas redes sociais para disseminar Fake News sobre opositora. 

Saúde de Bevenuto, candidata a Vice-prefeita na chapa do Agricultor, Agnaldo Fernandes, foi alvo de correligionários e até cargos em comissão da atual gestão municipal. Foram disseminadas Notícias Falsas ligando a sua imagem ao fechamento da Maternidade Claudina Pinto. 

Em nota, Saúde esclarece o ocorrido e diz estar tranquila. A candidata já registrou um Boletim de Ocorrência (BO) on-line para apuração dos fatos. 

Confira a Nota na Íntegra:
NOTA DE ESCLARECIMENTO

No último dia foi vinculada nas redes sociais uma imagem da minha pessoa atrelada a uma notícia falsa (fake news). A imagem dizia respeito ao fechamento da Maternidade em Apodi, afirmando que fui eu a responsável pelo seu fechamento no ano de 2013.

Gostaria de esclarecer que quando estive a frente da Apami (maternidade), foi a convite da justiça como interventora na época. Associaram minha imagem a fatos ocorridos em gestões passadas. 

Estamos de consciência limpa e quero reiterar que sou completamente contra qualquer tipo de fake news, tanto que estaremos registrando um Boletim de Ocorrência (BO) para que a notícia falsa vinculada a minha imagem seja apurada pela autoridade competente.

#DigaNãoAFakeNews

novembro 09, 2020

Lusia Pinto declara apoio a candidatura de Márcio Morais em Apodi, RN

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Aos 65 anos, Lusia Pinto é militante do Partido dos Trabalhadores (PT) desde a época de sua fundação em Apodi, entre os anos de 1982 e 1983. Nas eleições de 2020 não teve dúvidas na hora de declarar o voto para vereador. O escolhido é o Policial Penal e Escritor Márcio Morais. Lusia Pinto, que é Socióloga e professora de Filosofia, disse que um dos principais critérios para a escolha foi apresentação de propostas.

“Voto em Márcio pelo fato dele ter propostas viáveis. Por conhecer a sua capacidade de gestão, de desenvolver projetos e principalmente pela sua capacidade de trazer alternativas para viabilizar políticas públicas,” declarou Lusia.

Aos 43 anos, Márcio Morais é candidato pela primeira vez e concorre a uma das 13 vagas na Câmara Municipal de Apodi. Candidato pelo PT, o Policial Penal é conhecido em todo o Estado, principalmente, pelo trabalho de ressocialização desenvolvido no CDP de Apodi, de onde foi Diretor por 6 anos. Os projetos desenvolvidos ou coordenados por Márcio viraram exemplo e ganharam destaque na mídia. Para Lusia esse fato é um forte indicador de que o candidato pode desenvolver um bom trabalho como vereador.

“Uma prova disso foi o trabalho que ele fez junto ao CDP de Apodi, com a política de ressocialização e de educação inclusiva, que muito vislumbra a sua capacidade de trazer para sociedade apodiense um olhar de comprometimento com a coisa pública,” concluiu a Lusia.

Lusia Pinto carrega em seu currículo 44 anos de experiência como professora. No ano passado assumiu também o cargo de Diretora da 13° Diretoria Regional de Educação e Cultura Geral (DIREC), é considerada como um apoio importante nas campanhas de Apodi. Além da professora, a candidatura de Márcio tem recebido vários outros apoios de lideranças da cidade, como o ex-vereador Bráulio Ribeiro e o Vice-Presidente do PT em Apodi Arimateia Pinto.

novembro 08, 2020

Deputada Natália Bonavides visita instalações da maternidade Claudina Pinto junto ao candidato Agnaldo Fernandes

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Na manhã do último sábado (8), a cidade de Apodi recebeu a visita da deputada federal Natália Bonavides (PT). Após uma reunião com os candidatos Agnaldo Fernandes e Saúde Paiva, a deputada seguiu para uma visita nas instalações da maternidade Claudina Pinto.

Desde o seu fechamento no ano de 2018, a cidade de Apodi enfrenta problemas na assistência às mulheres gestantes. Durante a visita, Natália reafirmou o seu compromisso com a saúde pública: "quero reiterar o meu compromisso com a saúde e com a luta em defesa das mulheres, por isso buscarei incentivos junto ao governo do estado para promover a reabertura da maternidade", afirmou.

Os candidatos Agnaldo Fernandes (PT) e Saúde Paiva (Republicanos) acompanharam toda a visita e reforçaram os pedidos de reabertura da maternidade: "Não é Saúde e Agnaldo que estão pedindo, mas o povo de Apodi que clama pelo funcionamento da maternidade. É maravilhoso contar com o apoio de uma deputada tão jovem e comprometida com as lutas sociais, por isso precisamos do incentivo de Natália para que mais apodienses possam nascer nessa cidade", afirmou Agnaldo Fernandes.

novembro 03, 2020

”Essa campanha não é minha, é do povão de Apodi", diz Agnaldo Fernandes em Carreata

2 comentários | Deixe seu comentário.
O candidato a prefeito de Apodi Agnaldo (PT) participou de uma grande Carreata promovida pelo o “Povão” na noite deste último domingo (01/11), pelas as ruas de Apodi. 

"No momento em que a gente passava na ruas, logo víamos gestos da população confirmando o nosso número, confirmando que tá dentro do peito, tá dentro do coração e na cabeça. É emocionante o que a gente viveu neste movimento que o povão fez para a nossa campanha. "Essa campanha não é só minha, nem de Saúde, não é de apenas um grupo, essa campanha é a campanha é do povão de Apodi", disse Agnaldo Fernandes.

novembro 01, 2020

Governadores articulam reunião com a OMS para tratar de vacina da COVID-19

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), está articulando uma reunião com Jarbas Barbosa, diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e da oficina regional para as Américas da Organização Mundial da Saúde (OMS), para tratar sobre a vacina contra covid-19.

Dias foi escolhido por seus pares, no Fórum dos Governadores, para ser o porta-voz nas articulações sobre o produto que, apesar de ainda não existir com eficiência cientificamente comprovada, já tem motivado ações judiciais e impasses envolvendo os governos estaduais e federal. A ideia é definir uma linha para o desenvolvimento da vacina, no Brasil, alinhada com o trabalho da OMS em todo o mundo.

Na semana que vem, os governadores vão se reunir com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), para tratar do assunto. A intenção é tentar encontrar caminhos pelo Legislativo para garantir o desenvolvimento pleno das pesquisas em curso no Brasil e, assim que houver aprovação dos órgãos legais, garantir a sua distribuição.

Rodrigo Maia tem dito que não se pode deixar espaço para que o Supremo Tribunal Federal (STF) decida sobre questões ligadas ao medicamento. Para o presidente da Câmara, o Congresso e o Poder Executivo devem tomar a dianteira nessa discussão sobre a obrigatoriedade da vacina.

Há, atualmente, dois principais impasses envolvendo a vacina no Brasil. Um é se o medicamento deverá ser obrigatório ou não. O presidente Jair Bolsonaro é contra impor a vacinação. O outro é sobre o desenvolvimento e a negativa do governo para a produção da Coronavac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac e pelo Instituto Butantã, em São Paulo.

Bolsonaro já repetiu algumas vezes que não vai comprar essa vacina específica pela sua nacionalidade. Dependendo do curso das pesquisas, a Coronavac pode ser aprovada antes da que está sendo desenvolvida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), com a AstraZeneca, que tem o apoio de Bolsonaro. Os governadores defendem que, independentemente da origem da vacina, todas as pesquisas sejam incentivadas pelo governo e possam ser distribuídas para os brasileiros pelo SUS.

Fonte: Agora RN