Clique aqui

novembro 27, 2021

PCdoB realizou um grande evento em comemoração ao dia da consciência Negra em Apodi

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
O evento foi realizado nas dependências da câmara municípial e contou com grande participação popular. Se fizeram presente também várias lideranças política da oposição em apodi, além do presidente estadual do partido Divanilton Pereira e o vereador natalense Pedro Gorki (PCdoB).

O PCdoB em apodi sob o comando de Willian José vem passando por uma  reestruturação visando os novos pleitos. 

novembro 26, 2021

RN pode desobrigar uso de máscaras quando atingir 80% da população adulta totalmente vacina, recomenda Lais

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
O Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/HUOL/UFRN) apresentou nesta sexta-feira (26) um novo relatório sobre o cenário da pandemia no Rio Grande do Norte. No documento o Lais recomenda a flexibilização do uso de máscaras em ambientes abertos quando o estado ultrapassar 80% da população totalmente vacinada contra a Covid (duas doses), o que deve acontecer na segunda semana de dezembro.

No mesmo documento, destaca a necessidade de se exigir o uso de máscaras em ambientes fechados (quando não estiver se alimentando) e no transporte público até alcançar 85% de toda a população do RN completamente vacinada.

Estados como Rio de Janeiro e São Paulo já anunciaram a flexibilização do uso de máscaras em ambientes abertos, "aspecto que denota os avanços no controle da pandemia em virtude do forte processo de imunização".

O Lais aponta que o RN tem 77% de sua população adulta totalmente imunizada (com duas doses da vacina ou com a vacina de dose única) e que está perto de atingir 90% da população adulta com a primeira dose da vacina.

Reforça ainda a importância da mobilização de municípios para ampliar o número de imunizados, com disponibilização de campanhas, pontos de vacinação itinerantes e ações efetivas, como a exigência do comprovante do esquema vacinal para a participação em eventos e descontos em estabelecimentos.

O levantamento indica que houve uma queda de 84% na média móvel dos pedidos por internações entre 31 de maio de 2021 e 23 de novembro de 2021, "reforçando o atual cenário de regressão da epidemia no Rio Grande do Norte", o que "demonstra o controle da pandemia no RN, pois não há pressão sobre a rede assistencial". Também não há pacientes aguardando a disponibilização de leitos na fila de regulação, de acordo com o relatório.

O LAIS também se manifestou sobre uma possível "quarta onda" da pandemia na Europa. "É preciso esclarecer o que isso significa sem criar alarmes desnecessários na população. Hoje o que realmente está ocorrendo é que países da Europa que estão com uma menor cobertura vacinal, ou com maior número de pessoas resistentes à vacinação estão com novos surtos", explica no relatório.

Analisa ainda que "é pouco provável que, diante do cenário de imunização, o Brasil passe pela mesma situação da Alemanha, Rússia ou da Áustria".
Recentemente, o Brasil ultrapassou os Estados Unidos em números relativos de pessoas adultas totalmente vacinadas.

Fonte: G1/RN

novembro 26, 2021

Sexo, trapalhadas e embriaguez: cenas de show de João Gomes no RN viralizam nas redes sociais

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Cenas inusitadas de um show do cantor João Gomes no município de Mossoró, no interior do Rio Grande do Norte, viralizaram nesta quinta-feira (25) nas redes sociais. Os cantores Tarcísio do Acordeon e Vitor Fernandes também se apresentaram no evento.

Algumas das imagens mostram um casal fazendo sexo à luz do dia e sem qualquer preocupação com o público ao redor. No vídeo, é possível ver que o cantor Tarcísio do Acordeon ainda se apresentava no palco.

O show em questão aconteceu no dia 13 de novembro em uma casa de eventos que fica na zona urbana da cidade de Mossoró. A festa foi chamada de "Pzeiro", em referência ao gênero musical dos artistas.

Outro vídeo do show mostra uma mesa quebrando e derrubando um homem e uma mulher que subiram nela. O evento também chamou a atenção pelo registro em imagens de algumas pessoas embriagadas pela cidade, umas sendo carregadas após o show, outras dormindo em locais públicos.

A história sobre o que ocorreu nesse show cresceu tanto, que usuários das redes sociais também associaram outros vídeos ao evento, mas alguns deles não aconteceram em Mossoró.

Num desses registros que não foram feitos no show de 13 de novembro em Mossoró, uma jovem alega ter sido atingida na mão por fogos de artifício disparados do palco do cantor João Gomes. Ela diz ainda que caminhou mais de 5 quilômetros para chegar na vaquejada em que o cantor se apresentou e que uma amiga teria sido roubada. A jovem definiu o evento como "o pior show" da sua vida (veja mais no vídeo abaixo).

Mas essa apresentação, na verdade, aconteceu na Paraíba, no município de São Miguel de Taipu, no sábado passado (20). Mesmo assim, o vídeo com esse relato viralizou como se tivesse sido feito em Mossoró.

Assim como esse, outros vídeos também não foram gravados no show em Mossoró. Um deles é o de um jovem que defecou em uma loja de conveniência de posto de gasolina. O registro é antigo e já havia circulado anteriormente.

Fonte: G1/RN

novembro 26, 2021

Quem é Gilvan Alves de Apodi ?

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
José Gilvan Alves nasceu em 22 agosto de 1969 na cidade de Apodi (RN), onde mora e vive até hoje.

Gilvan sempre estudou em escolas públicas. Na infância e adolescência ele passou pela Escola Municipal Félix Eufrásio de Lima, Escola Estadual Professor Gerson Lopes e Escola Estadual Professor Antônio Dantas.

Após concluir o ensino médio, ele fez duas faculdades. Na Universidade Estadual do Rio Grande do Norte – UERN, formou-se em Ciências Contábeis; e na Faculdade Master Christi, concluiu Direito.

Esforçado, Gilvan foi agricultor, auxiliar de escritório, bolsista no Banco do Nordeste e estagiário no Banco do Brasil até se tornar servidor público concursado na Secretaria de Educação do Estado do RN. Mais tarde, passou em outro concurso para o Tribunal de Justiça do RN.

Além disso, ele também é empreendedor, contador e uma pessoa altamente ativa tanto no empreendedorismo quanto nos movimentos sociais, acumulando experiência em contabilidade comercial, industrial e serviços e na contabilidade gerencial.

Também foi Presidente da CDL de Apodi, da FUNDEVAP (Fundação para o Desenvolvimento do Vale do Apodi) e participou de movimentos estudantis (foi líder de classe por diversas vezes).

Na vida social, foi venerável da Loja Maçônica Vale do Apodi por dois mandatos. Membro fundador e duas vezes Mestre conselheiro do Capítulo Príncipe Vale do Apodi da Ordem Demolay e exerceu a função de Juiz no Egrério Tribunal Eleitoral Maçônico do Grande Oriente do Rio Grande do Norte (GORN). Atualmente é Conselheiro do GORN.

Em 2016, já com a vida profissional consolidada, Gilvan decidiu entrar na política, elegendo-se vereador de Apodi. Já em 2018, começou a planejar voos mais altos e concorreu a deputado federal, obtendo excelente votação, sendo o 23º candidato mais votado para deputado federal do RN, com 11.400 votos.

Em 2020, Gilvan reelegeu-se vereador de Apodi e a vitória o credenciou a novamente tentar a Câmara Federal.

Em 2022, Gilvan é pré-candidato a deputado federal pelo Partido Solidariedade.

Fonte: Blog do Washington

novembro 25, 2021

17 anos depois, relembre a maior tragédia da história do município de Apodi

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Ambulâncias, Viaturas policiais e desespero. Esta era a realidade dos apodienses no dia 25 de novembro de 2004. Uma quinta-feira que marcou a história do município e deixou marcas que nem o tempo pode apagar.

Há exatos 17 anos atrás, acontecia a maior tragédia do Apodi. Uma imprudência no trânsito que levou à morte cinco estudantes e um professor, deixando ainda dezenas de feridos.

O fato se deu quando um ônibus turístico intermunicipal colidiu lateralmente com outro ônibus superlotado de estudantes na BR – 405, principal via que corta a cidade.

A colisão dos veículos provocou o arremesso do estudante Melquezedeque Medeiros, de apenas 13 anos, para fora do veículo, que não resistiu e veio a óbito na hora. Socorridos aos hospitais regionais de Apodi e Mossoró, os estudantes Odair José, de 22 anos, Francinária de Castro, de 16,Erlana Rodrigues e Anatália Cristina, ambas com 13 anos, também não resistiram e morreram pouco tempo depois.

Vários estudantes ficaram presos às ferragens e foram resgatadas pela polícia e por civis que não mediram esforços num só objetivo: salvar vidas. Apesar do empenho da população, cinco dias depois, morreu em um dos leitos do Hospital Regional Tarcísio Maia em Mossoró, o professor Antônio Dantas, que também utilizava o veículo coletivo para se deslocar até a Escola Estadual Zenilda Gama, onde trabalhava, concretizando assim, seis vítimas fatais.

ACIDENTE

O relatório da Polícia Rodoviária Federal apontou que o motorista do veículo estudantil, identificado como João Batista Sobrinho, foi o culpado pelo acidente. No contorno, onde ele deveria ter parado, preferiu avançar para o outro lado, sendo atingido brutalmente.

Em depoimento à polícia, o motorista alegou que ia devagar e que não viu o outro ônibus. O então delegado de Polícia Civil da cidade, Francisco Edivan, lavrou o flagrante contra João Batista, e o responsabilizou pelas mortes.

Após o acidente que marcou o dia 25 de novembro, a rodovia foi duplicada e ganhou, além de outras coisas, lombadas físicas que obrigam aos motoristas, a redução da velocidade. O dia também é lembrado pelos apodienses como um dia de luto em respeito a todos os envolvidos neste trágico acontecimento.

Fontes: Portal SOS Notícias do RN / Apodi debaixo do pano

novembro 24, 2021

“Não vou deixar de estender a mão para ajudar meu irmão”, diz Francisco do PT após prisão de familiar

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
O deputado Francisco do PT se pronunciou, na sessão desta quarta-feira (24) na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, pedindo licença para se referir a um problema de natureza pessoal. Ele falou sobre a detenção de um irmão por parte de mãe, que portava drogas, uma arma e munição. Em casa, no oitavo dia da Covid-19 que contraiu, o parlamentar disse que falava sobre o assunto sem se vitimizar nem vitimizar sua família, nem qualquer pessoa que, porventura esteja passando pelo mesmo problema. O irmão dele foi preso nesta terça-feira (23) na Zona Oeste de Natal.

“Sou filho de mãe alcoólatra”, disse o deputado, relatando o problema de vício com o qual convive desde criança, e ressaltando que a mãe se livrou do problema há cerca de 15 anos. “Mas esse é um drama que nunca se ausentou de nossa família”, afirmou Francisco do PT, relatando que, mesmo não concordando, sempre buscou ajuda para o irmão dependente químico. “Nunca viramos as costas”, disse o deputado, lembrando que toda e qualquer forma de ajuda deveria contar também com a aceitação do irmão, que segundo ele, é vítima de uma doença que em muitas vezes traz ‘consequências negativas para a sociedade’.

“Essa é uma doença que acomete milhões de pessoas em todo o mundo”, disse o deputado, reforçando que nunca compactuou com erros e que, mesmo tratando-se de um familiar, caberá à justiça tomar medidas cabíveis. “Não vou deixar de estender a mão para ajudar meu irmão”, disse o parlamentar, afirmando que no último dia 6 de novembro, junto à sua família, o encaminhou para um psiquiatra, que constatou a dependência química, que o encaminhou para tratamento que foi negado pelo irmão. “Comprei os medicamentos receitados pelo médico”, disse Francisco, afirmando que surgia ali uma esperança para que ele se curasse da dependência “que já havia confessado para nós há bastante tempo”.

O deputado encerrou o discurso repetindo que nunca virou as costas para o irmão e nem vai virar para livrá-lo do problema. O deputado agradeceu as mensagens de solidariedade, que foi reforçada pelo presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), em nome de todos os deputados.

“Vossa Excelência que é um deputado de primeiro mandato, mas que sensibilizou a todos pela sua retidão, pelo seu companheirismo, pela sua correção, não só com seus pares, com os funcionários, principalmente com os eleitores que o elegeram deputado estadual. Vossa Excelência é um ganho que essa Casa Legislativa teve com a sua chegada. É um homem de envergadura, um homem inteligente, e um homem que, acima de tudo, tem engrandecido os trabalhos dessa Casa. Receba a nossa solidariedade”, disse Ezequiel, ressaltando que Francisco do PT faz um discurso tratando de um assunto pessoal com “a coragem que Vossa Excelência tem, e com a firmeza sempre dos propósitos e das palavras, afirmou o presidente Ezequiel, desejando recuperação ao deputado.
Em suas redes sociais, o deputado Francisco do PT postou uma nota que também encaminhou aos veículos de imprensa (ver abaixo).

Quem me conhece sabe que nunca escondi as origens de minha família, a qual é composta de muitos irmãos, inclusive de pais diferentes. Com alguns tive a oportunidade de crescer junto. De outros só foi possível ter aproximação depois de adulto, mas todos eles significam muito para mim.

Alguns de meus irmãos, assim como eu, conseguiram vencer na vida através dos estudos. Outros não seguiram o mesmo caminho. Entre eles há também o Fernando, que é um dos meus 4 irmãos por parte de mãe e, infelizmente, há muito tempo enfrenta problemas com a dependência química. Não viramos as costas pra ele.

Por diversas vezes buscamos meios para ajudá-lo a se livrar do vício, inclusive oferecendo tratamento médico. Ele sempre recusou e nos afirmou não ter qualquer envolvimento com algo ilícito. Que sua doença era o vício.

Nunca acobertamos e nem acobertaremos qualquer erro cometido por ele. A prisão ocorrida nesta terça-feira (23) será tratada pela justiça, dentro da lei, como deve ser com qualquer cidadão brasileiro.

Fernando é pedreiro, casado e pai de dois filhos. Minhas orações e meus esforços sempre serão no sentido de fazer com que ele se liberte das drogas.

Francisco do PT
Deputado Estadual

Com informações do Agora RN

novembro 23, 2021

Cocaína apreendida em porto de Natal valeria R$ 178 milhões ao tráfico de drogas

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
As apreensões de cocaína no Porto de Natal geraram, em 2021, um prejuízo de pelo menos R$ 178 milhões ao tráfico internacional. Ao todo, foram apreendidos 815 quilos da droga saindo do Porto em direção à Roterdã, na Holanda. No último sábado (19), 265 quilos foram apreendidos numa carga, em caixas de manga. A quantidade é avaliada em R$ 58 milhões, segundo estimativa da Receita Federal.

O prejuízo ao crime organizado aumenta para R$ 440 milhões quando se somam apreensões de 1.198 quilos na Holanda e na Bélgica, mas que passaram por Natal, ao longo do ano, após alertas emitido pela Receita Federal à aduana europeia. O cálculo feito pela TRIBUNA DO NORTE pega como base as estimativas sobre os valores da droga no mercado disponibilizados pela Receita e Polícia Federal.

Em 2021, outras quatro cargas foram apreendidas, três delas, segundo a Receita Federal, resultados de interceptações das autoridades aduaneiras da Holanda e Bélgica. As cargas eram de 398 (março, na Holanda); 550 quilos (abril, na Holanda), 250 quilos (junho, na Bélgica).  Em junho, 550 quilos de cocaína foram apreendidas durante uma inspeção das autoridades federais no Porto de Natal. Portanto, 765 quilos foram interceptados antes de embarcar em Natal e outros 1.198 quilos após o embarque. As quantidades constam no mais recente boletim da Receita Federal com o histórico de apreensões.

As apreensões fora de Natal acontecem porque mesmo depois que a carga é embarcada, a Receita continua com análises de risco. Caso surjam informações de possibilidade de contaminação na carga já embarcada, são emitidos alertas para as autoridades aduaneiras do porto de destino.

Esta foi a segunda apreensão feita em 2021 pelas autoridades federais especificamente no Porto de Natal, que nos últimos anos têm sido utilizado frequentemente para escoamento de cocaína para países da Europa, em especial Bélgica, Espanha e Holanda. A exportação da droga segue acontecendo mesmo um ano depois da instalação do scanner no Porto.

“O scanner está funcionando e está sendo utilizado para todas as cargas que estão embarcadas para Natal. Todos os conteineres que saem pelo nosso porto são scaneados. Ele consegue fazer 15 análises por hora, nessa faixa”, explica o Chefe da Equipe de Vigilância e Repressão, o Auditor-Fiscal Maurício Santos, responsável pela execução das operações.

“Naturalmente o scanner tem suas vantagens, incontáveis, mas num universo grande de cargas, o scanner em algumas vezes não é tão preciso. Só o scanner por si só não resolve, é mais uma ferramenta que auxilia nessa detecção. Dependendo dessa carga pode ser que ele tenha uma facilidade maior que a outra. Depende do tipo de carga exportada que pode trazer alguma dificuldade”, acrescenta.


Fonte: www.tribunadonorte.com