Mulher morre após ser picada por cobra jararaca em Mossoró, RN

Por Apodi Agora - janeiro 06, 2020

FOTO: REPRODUÇÃO

Risolane de Sousa Costa, de 49 anos, teve a morte encefálica decretada neste útimo domingo (5), após 5 dias de internação no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró.

A mulher foi mordida por uma jararaca, durante a virada de ano, no município de Governador Dix-sept Rosado. Contudo, ela só deu entrada no hospital por volta das 19h30 do dia 1º de janeiro.

O MOSSORÓ HOJE foi informado que Risolane já deu entrada na unidade em estado grave. Ela ainda chegou a ser medicada, mas devido a gravidade da mordida, acabou tendo morte encefálica.

O protocolo de morte encefálica foi iniciado ainda na quinta-feira (2), mas só foi concluído neste domingo (5), pois são necessários vários procedimentos e exames, além da análise de 3 médicos especialistas, para só então ser oficializada a morte.

No mês de agosto de 2019 foi divulgado que o soro que corta o efeito do veneno da jararaca havia acabado no HRTM, contudo, o hospital já foi reabastecido, tendo se agravado a situação de Risolane não por falta do medicamento, mas pelo tempo transcorrido entre a mordida e o momento em que ela foi levada para o hospital.

Sobre isso, o professor doutor Carlos Iberê Alves de Freitas, da UFERSA, alerta que uma vítima vítima de picada de cobra deve se deslocar imediatamente para o hospital de referência mais próximo.

Já a diretora geral do Hospital Regional Tarcísio Maia, Herbênia Ferreira, explica que quanto mais rápido o cidadão tomar o soro antiveneno, menos serão os danos causados no corpo em função da picada da cobra.

Herbênia lembra que o Hospital Regional Tarcísio Maia é a unidade de referência para atendimento a população vítima de mordidas ou picadas de animais peçonhentos na região.

Fonte: Mossoró Hoje

  • Compartilhar

0 comentários

Rádio Cidade FM 87.9

Rádio Cidade FM 87.9
Clique na imagem