fevereiro 28, 2022

Ucrânia vai soltar prisioneiros que aceitem lutar contra a Rússia, diz presidente

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Volodymyr Zelensky afirmou nesta segunda-feira (28) que vai soltar prisioneiros com experiência militar que estiverem dispostos a se unir à luta contra a Rússia.

O ministro de Defesa da Ucrânia, Oleksii Reznikov, já havia dito, no começo da invasão, que qualquer um que consegue segurar uma arma pode se unir às forças de defesa territorial.

Quinto dia de guerra
A Guerra na Ucrânia entrou nesta segunda-feira (28) em seu quinto dia. O presidente ucraniano fez um balanço de mortos entre seus inimigos: 4.500 soldados russos, segundo ele. De acordo com as autoridades ucranianas, o número total de civis mortos até agora é de 352, entre eles 14 crianças.

Veículos de imprensa locais informam que o presidente Volodymyr Zelensky conversou com o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e teria dito que as próximas 24 horas serão decisivas para a ocupação de Kiev.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário