fevereiro 24, 2022

Exército da Ucrânia diz que matou 50 russos e destruiu 4 tanques dos inimigos

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
O presidente ucraniano ordenou que suas tropas infligissem o maior número possível de baixas aos militares russos que invadiram seu país, declarou o comandante-em-chefe das Forças Armadas ucranianas, o general Valery Zaluzhni, em uma rede social.

"O comandante supremo das Forças Armadas (o presidente Volodymyr Zelensky) ordenou infligir o máximo de baixas ao agressor", disse o general. Ele afirmou que o exército estava "reagindo com dignidade" aos ataques do inimigo.

Os militares da Ucrânia afirmaram que destruíram 4 tanques russos em uma estrada perto da cidade de Kharkiv, no leste do país, mataram 50 soldados dos inimigos na região de Luhansk e que derrubaram 6 aviões russos, também no leste do país, de acordo com a agência Reuters.

O ministro de Defesa da Ucrânia, Oleksii Reznikov, disse que qualquer um que consegue segurar uma arma pode se unir às forças de defesa territorial.

A polícia afirmou que vai distribuir armas aos veteranos.

Baixas entre os ucranianos
O número oficial de soldados ucranianos mortos na invasão russa que começou nesta quinta-feira (24) subiu para cinco, informou o ministério do Interior.

Um militar da defesa aérea morreu na região de Zaporiyia, no sul do país, e quatro guardas de fronteira morreram em várias localidades da região de Kherson, também no sul do país, segundo o ministério.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário