Clique aqui

janeiro 14, 2022

RN recebe primeiras doses para crianças e vacinação do público contra a Covid deve começar neste sábado (15), diz Sesap

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Doses de vacinas contra covid-19 para crianças de 5 a 11 anos chegam ao RN — Foto: Divulgação

Após um atraso de quase 9 horas, as primeiras doses de vacinas contra Covid-19 voltadas para crianças com idades entre 5 e 11 anos de idade chegaram ao Rio Grande do Norte na manhã desta sexta-feira (14).

Inicialmente, o carregamento era esperado para um voo que chegaria ao Aeroporto de Natal por volta das 2h da madrugada, mas a entrega foi reprogramada pelo Ministério da Saúde para 10h40.

Segundo o governo, a imunização das crianças de 5 a 11 anos de idade tem previsão de ser iniciada ainda neste sábado (15). Apesar disso, as prefeituras ainda não informaram quando vão começar as suas campanhas.

O estado tem cerca de 350 mil crianças nessa faixa etária e recebeu do Ministério da Saúde 20.900 doses do imunizante da Pfizer, específico para a vacinação dos menores. "Por ser um quantitativo baixo, em relação ao público, a orientação é que inicie com crianças com comorbidades e com deficiência", informou a Sesap.

Como exemplo de comorbidades, a Sesap apontou o caso de crianças com cardiopatia crônica, pneumopatia crônica, imunodepressivos, doença renal crônica, asma, doença neurológica crônica, doença hepática crônica, síndrome de Down, doença hematológica crônica, Diabetes Mellitus e obesidade.

Ainda segundo a Sesap, a previsão é que as doses sejam distribuídas para todas as regionais de saúde às 15h desta sexta feira (14). O MS sinalizou que serão enviados lotes a cada semana.

Doses de vacinas contra Covid para início da vacinação das crianças de 5 a 11 anos chegam ao RN — Foto: Divulgação

“Está em curso a capacitação das equipes para a aplicação e manejo das vacinas nas crianças. Esse processo é essencial para que a aplicação seja segura”, disse Laiane Graziela coordenadora de Imunização da Sesap.

Segundo a pasta, pais ou responsáveis devem acompanhar as crianças ao local de vacinação, manifestando sua concordância com a vacinação. Segundo o governo, também é importante que seja feito o cadastro da criança como dependente na plataforma RN+ Vacina.

Em caso de ausência de pais ou responsáveis, a vacinação deverá ser autorizada por um termo de assentimento por escrito.

Fonte: G1/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário