janeiro 07, 2022

Aliança PT-MDB ganha contornos com almoço entre Garibaldi e Jean

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.





Encontro que reuniu Garibaldi, Walter, Simone Tebet e Eduardo Rocha ocorreu na casa do senador Jean Paul, em Natal. Foto: Reprodução

“O encontro foi um almoço informal sobre a aliança PT e MDB que está em andamento no Rio Grande do Norte”, declarou o deputado federal e líder do MDB no Estado, Walter Alves, sobre o encontro político em que ele participou, ao lado do seu pai, o ex-senador e ex-governador Garibaldi Alves Filho (MDB) e a senadora Simone Tebet, pré-candidata à presidência da República pelo partido emedebista, realizado na casa do senador Jean Paul Prates (PT), em Natal.

Há duas expectativas de acerto político em torno deste encontro: A primeira é que Jean Paul abra mão de sua reeleição e apoie Garibaldi para a vaga ao Senado; e a segunda, como já foi levantada pelo próprio Garibaldi em dezembro passado, que ele concorra à Câmara Federal e apoie Jean ao Senado. Assim, a aliança política entre as duas siglas no Rio Grande do Norte ganharia força e contorno, reforçando a composição da chapa Fátima (governadora) e Walter (vice-governador).

Aparentemente sem espaço nas próximas eleições, Jean tenta emplacar na briga pela corrida ao Senado, visando garantir sua reeleição. Contudo, as pesquisas de intenções de votos divulgadas até o momento colocam o senador petista em posições bastante inferiores aos dos concorrentes, sendo o nome de Garibaldi aparecendo sempre em primeiro lugar.

Sem dizer mais detalhes sobre o que foi conversado durante o almoço, Walter somente afirmou que o convite partiu do senador petista. E que foi um momento agradável, em companhia da senadora Simone Tebet e de seu esposo, o deputado estadual Eduardo Rocha (MDB-MS). Eles passaram alguns dias visitando as praias do litoral potiguar e estenderam o passeio à Capital.

Lula deu início às conversas
A aliança entre os dois partidos começou a ser ventilada após a visita do ex-presidente Lula em Natal, em agosto passado, quando, na ocasião, ele convidou o MDB para subir no palanque de Fátima Bezerra e correr atrás da reeleição da governadora. Em contrapartida, o MDB teria carta branca para indicar o vice-governador e também participar das discussões para montar as nominatas para os cargos de senador, deputado federal e estadual.

A governadora Fátima Bezerra admitiu o fato. “Estamos conversando sim com o MDB, que é um partido importante, que tem mais de 30 prefeitos em todo o Estado. O ex-presidente Lula esteve aqui [em Natal], em uma conversa [com Garibaldi Alves Filho e Walter Alves] que, inclusive, eu também participei. Então, o PT tem uma ótima convivência e uma parceria administrativa muito boa com os prefeitos do MDB”, afirmou.

Fonte: Agora RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário