Clique aqui

outubro 22, 2021

[APODI] Vereadores da situação se unem com oposição, descumprem acordo e elegem mesa diretora para biênio 2023/2024

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Por Ambrósio Melo 
Alterando o regimento interno na calada da noite, a Câmara Municipal de Apodi realizou às pressas nesta quinta-feira (21) as eleições para eleger a mesa diretora para o biênio de 2023/2024, reelegendo assim o atual presidente Júnior Souza.

Um golpe político praticado por alguns vereadores da base da situação, que até então tinha firmado um acordo em eleger em consenso dos 9 vereadores do grupo situacionista o presidente para o biênio 2023/2024, bem como acordo de não mudar os artigos do regimento interno sobre as eleições da mesa, acordo esse que foi descumprido pelos vereadores Júnior Souza, Laete Oliveira, Filipe da Saúde e Andreazo.

Os vereadores situacionista prefeririam se unir aos vereadores de oposição Gilvan Alves, Alexandre de Bevenuto, Júnior Carlos e Carlinhos de Dandão, ao cumprir o acordo que aconteceu nas eleições da chapa para o biênico 2021/2022.

Durante a eleição os vereadores Ângelo de Dagmar, Charton Rêgo, Ednarte Silveira, Adailton Targino e Railton Diógenes se ausentaram e se abstiveram de votar.

A chapa eleita para o biênio 2023/2024
Júnior Souza – Presidente
Gilvan Alves – Vice-Presidente
Filipe da Saúde – 1º secretário
Laete Oliveira – 2º secretário

A traição dos vereadores Júnior Souza, Laete Oliveira, Filipe da Saúde e Andreazo não caiu bem entres os simpatizantes meedebistas, muitos postaram em redes sociais chamando-os de “Traidores” e “Vai ter troco”.

Regimento Interno Alterado
Na calada da noite os vereadores aprovaram a alteração do regimento interno da câmara municipal, alterando e autorizando a reeleição do atual presidente Júnior Souza, coisa que o regimento interno proibia, além de antecipar as eleições que aconteceriam apenas em 2022, foram antecipadas para este ano de 2021.

Eleição na Justiça
Segundo informações a eleição da mesa da câmara poderá ir parar na justiça, haja vista tem indícios de irregularidade na alteração do regimento interno, além de falta de Quórum para mudança do regimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário