Clique aqui

fevereiro 25, 2021

RN tem o maior número de internados em leitos críticos de Covid-19 desde o início da pandemia

Nenhum comentário | Deixe seu comentário.
Dados são da plataforma Regula RN, da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) - Foto: Elisa Elsie/Governo do RN

A rede pública de saúde do Rio Grande do Norte registrou o maior número de internações em leitos críticos para tratamento da Covid-19 desde o início da pandemia. Ao todo 247 pessoas estão sob cuidados médicos nas unidades de terapias intensivas e semi-intensivas, na manhã desta quinta-feira (25). Os dados são da plataforma Regula RN, da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap).

A taxa de ocupação de leitos no estado atingiu 90,1% nesta quinta, o que não acontecia desde 9 de julho de 2020. Em outras palavras, significa dizer que dos 274 leitos operacionais do estado, 247 estão ocupados por pacientes com quadro grave de Covid-19. O recorde de internados acontece em um cenário de maior oferta de leitos, o que evidencia o momento preocupante da pandemia no RN.

Para se ter uma ideia, na série histórica, o estado já registrou 96,57% de ocupação em 28 de junho de 2020, mas menos pessoas estavam internadas: 197. À época, a rede pública disponibilizava 204 leitos críticos. Para Marise Freitas, o recorde de internação registrado nesta quinta-feira (25), demonstra que o estado está enfrentando o pior cenário da pandemia desde o surgimento da doença. Ela é infectologista e professora do Departamento de Infectologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

“Embora não estejamos enxergando ainda, a segunda onda de Covid-19 no nosso estado está sendo pior do que a primeira. Nunca tivemos tantas pessoas internadas em leitos de UTI. Foram abertos mais leitos de enfermaria, mais leitos críticos e mesmo assim temos muito internados. Isso expressa o quanto devemos nos proteger. Focamos na internação porque isso implica diretamente em vida ou morte, mas esse número de pessoas que precisam de tratamento em terapia intensiva é uma parcela, o que significa dizer que muito mais gente está se infectando”, comenta.

O quadro mais delicado está na Região Metropolitana de Natal (93,5%). As regiões Seridó e Oeste também estão sob forte estresse, acima dos 80% de ocupação de leitos críticos. A média de 80% é o limite definido como aceitável para a retomada econômica pelo Governo do Estado. Também na manhã desta quinta, o RN registrou 12 hospitais públicos com 100% de ocupação.

Taxa de ocupação por região consultada na manhã desta quinta – Foto: Regula RN

Para tentar conter o avanço da Covid-19 durante o que os especialistas chamam de “segunda onda da pandemia”, o Executivo estadual recomendou novas medidas restritivas como o fechamento de bares e restaurantes às 22h para tentar inibir aglomerações. Além disso, estado e cidades da Grande Natal estão viabilizando a abertura de 39 novos leitos para tentar suprir o aumento da demanda.

De acordo com o último boletim epidemiológico da Sesap, o Rio Grande do Norte tem 3.553 óbitos por Covid-19 e 163.515 casos confirmados da doença. Os vacinados são 88.140.

Fonte: Agora RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário