Governo do RN vai prorrogar decreto de isolamento social com regras mais rígidas

Por Apodi Agora - junho 03, 2020


O Governo do Rio Grande do Norte vai prorrogar mais uma vez a quarentena no Estado para retardar a propagação do novo coronavírus. O novo decreto de isolamento vai substituir as atuais regras que vencem no próximo dia 5. A atualização das medidas terão medidas mais rígidas para impedir a circulação de pessoas. A meta é elevar os atuais índices de isolamento domiciliar entre os potiguares.

O decreto vai seguir com as regras de fechamento do comércio e serviços não essenciais. No entanto, o governo não divulgou prazos para o término do novo decreto. As novas regras, no entanto, incluem maior participação dos municípios potiguares no enfrentamento do novo coronavírus.

A avaliação do governo estadual é que o crescimento no número de infectados está ligado aos baixos índices de isolamento, que registram em média 40% no estado. O valor é bem distante dos 70% considerados ideais para frear a pandemia.

O prazo do atual decreto estadual em vigor se encerra na próxima sexta-feira (5). A expectativa é que medidas acertadas em videoconferência feitas entre a governadora Fátima Bezerra e prefeitos dos municípios potiguares passem a vigorar a partir do sábado (6).

O projeto estadual de reforço do isolamento foi batizado de “Pacto pela Vida”. A iniciativa propõe mais fiscalização para feiras livres, proibição de circulação de áreas públicas e o controle de circulação de pessoas com auxílio de blitz policial. As medidas foram acatadas pelos municípios da Região Metropolitana de Natal. Mas a ideia é expandir a ação para Mossoró e também para Apodi, Baraúna, Campo Grande, Caraúbas, Felipe Guerra, Governador Dix-Sept Rosado, Janduís, Messias Targino, Serra do Mel e Upanema.

Desde a última segunda-feira (1º), o governo estadual criou uma comissão com as prefeituras para definir ações concretas para reduzir a circulação das pessoas e aumentar o isolamento.

As medidas são as blitzen de trânsito, rondas nos bairros e comércios, proibição de circulação em áreas públicas, fechamento de acesso às praias e controle de trânsito.

O secretário de saúde pública, Cipriano Maia, explicou que o intuito do projeto é reduzir a velocidade na transmissão da doença entre a população potiguar. “Por isso, o pacto proposto pela governadora com os municípios, empresários e sociedade, instituições filantrópicas, de bairro e clubes de mães, é para intensificar o isolamento. No pacto, os municípios devem reforçar a atenção básica à saúde e adotar medidas restritivas à circulação. É um esforço em defesa da vida, para sairmos dessa situação com segurança”, finalizou

Fonte: Agora RN

  • Compartilhar

0 comentários

Rádio Cidade FM 87.9

Rádio Cidade FM 87.9
Clique na imagem