Idema recomenda cuidado na coleta de manchas escuras encontradas no litoral do RN

Por Apodi Agora - setembro 13, 2019

Mancha também foi vista em Pipa, no RN — Foto: Cedida

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema) emitiu uma nota nesta quinta-feira (13) para alertar a população sobre os cuidados no contato e na coleta das manchas escuras que apareceram no litoral potiguar nos últimos dias.

De acordo com o Idema, a classificação do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) para esse tipo de resíduo alerta para o cuidado com a "coleta, manuseio e descarte seguro" dele. Dessa forma, o material não pode ser depositado em qualquer lugar.

Por esse motivo, recomendação do Idema é de se evitar o contato direto com a substância. "É importante que a coleta seja feita utilizando-se ferramentas como rastelos e pás, acondicionando provisoriamente o material em recipientes plásticos, enquanto o produto não for retirado do local, procurando proteger-se do contato direto com o resíduo, não podendo ser retirado por tratores", alerta a nota do Instituto.

Caso haja o contato direto com o material, a recomendação é para "tentar retirar primeiro com gelo ou com óleos de cozinha, devendo logo após lavar a pele com água e sabonete neutro". O Idema alerta ainda, que como medida de prevenção contra irritações e processos alérgicos, é sugerido não levar as mãos sujas aos olhos e boca.

O Idema ainda aponta a importância da retirada do material das praias, para evitar ao máximo o "contato do resíduo com a natureza". O Instituto cita que "de forma emergencial, as prefeituras, através da empresa contratada para coleta de resíduos do município, poderão coletar e acondicionar os resíduos betuminosos em bombonas plásticas, devendo ficar em local coberto e seguro até a coleta pela empresa especialmente habilitada e licenciada pelo órgão ambiental competente, para essa finalidade".

O Instituto ainda recomenda as empresas habilitadas para a prestação desse serviço, de retirada, transporte e descarte da substância. A lista com as empresas pode ser conferida no site do Idema.

Manchas escuras

Manchas escuras também foram vistas na praia de Camurupim, no RN 
Foto: Redes Sociais

Um material escuro começou a aparecer nas areias das praias do Rio Grande do Norte no sábado passado (7). As praias da extensão da Via Costeira, em Natal, além de Muriú, Barra de Maxaranguape, Pipa e Camurupim foram alguns dos lugares em que as manchas surgiram.


O caso foi confirmado pela Marinha do Brasil, que recolheu o resíduo para análise. Segundo a assessoria, a análise ainda não foi concluída.

Na Praia de Pipa, os barraqueiros chegaram a limpar os resíduos por conta própria e uma tartaruga-marinha foi encontrada presa a manchas escuras na Praia de Jacumã, em Ceará-Mirim. Ela foi salva e devolvida ao mar por pessoas que trabalham na região.



Em Pipa, trabalhadores limparam a substância 
Foto: Carine Medeiros Brizola

Fonte: G1/RN

  • Compartilhar

0 comentários

Rádio Cidade FM 87.9

Rádio Cidade FM 87.9
Clique na imagem